Publicidade
Categorias ônibus

Quase 200 motorista de ônibus são demitidos por queda na demanda

Publicidade

Segundo empresa, encerramento dos contratos de experiência ocorreu após queda no movimento e dificuldade de negociação com a categoria. O G1 procurou os envolvidos.

Quase 200 motorista de ônibus e a viação Auto Nossa Senhora Aparecida Ltda (Ansal) encerrou, nesta quarta-feira (8), o contrato de trabalho de experiência de 198 trabalhadores do transporte coletivo de Juiz de Fora. A informação foi confirmada ao G1 pelo diretor da empresa, Rafael Santana.

Segundo a Ansal, a demissão ocorre após a queda de 80% da receita após as restrições e mudanças de isolamento social adotadas pelo novo coronavírus.

Além disso, a empresa pontua que a dificuldade de acordo com a categoria foi um dos fatores para a decisão. A Ansal não especificou quais funções os trabalhadores que foram demitidos exerciam.

Na segunda-feira (6), o G1 mostrou que a 4ª Vara do Trabalho de Juiz de Fora concedeu uma liminar favorável para o pagamento integral do salário de março dos trabalhadores rodoviários.

As empresas haviam comunicado ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Coletivo Urbano, Intermunicipal, Interestadual, Fretamento e Turismo (Sinttro) que tinham intenção de reduzir o pagamento em 25%.

A reportagem procurou o Sinttro, que informou que está trabalhando nesta manhã para tentar reverter as demissões.

No dia 20 de março, motoristas e cobradores de ônibus fizeram um ato contra a redução no adiantamento do salário. A manifestação durou cerca de 8 horas, com veículos parados pelas principais ruas do Centro da cidade.

Fonte: G1

Publicidade
Categorias ÔNIBUS
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação