Caminhoneiros e motorista de ônibus terão prioridade na segunda fase da vacinação

Os caminhoneiros terão prioridade na segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe, que começa na quinta-feira, dia 16, em todo o Brasil

Caminhoneiros e motorista de ônibus terão prioridade na campanha de vacinação contra a gripe. A informação é do Ministério da Saúde, que anunciou novos grupos considerados como prioritários para imunização. A segunda fase da campanha de vacinação começa na quinta-feira, 16 de abril.

A vacina é gratuita. É importante que a pessoa leve a caderneta para que seja feita anotação que comprova a imunização. Confira aqui as respostas às perguntas mais comuns sobre a vacinação.

Motoristas de veículos de transporte coletivo, como vans, ônibus e micro-ônibus, também passaram a fazer parte do grupo prioritário. Outra categoria incluída na campanha é de trabalhadores do setor portuário.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina não age contra a covid-19. Composta por vírus inativado, protege contra os três tipos de gripe mais comuns registradas no hemisfério sul no ano passado: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

Caminhoneiros entram na segunda fase da vacina

A inclusão dos caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários entre os grupos prioritários, demandou uma logística, segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Postos de saúde de todo o País vão atender a categoria. Freitas diz que haverá 130 pontos de atendimento dedicados aos caminhoneiros. Locais que funcionam para entrega de produtos de higiene e alimentação serão utilizados para oferecer vacinas.

O Ministério da Saúde investiu cerca de R$ 1 bilhão para comprar 75 milhões de doses da vacina. Neste ano, a campanha foi antecipada de abril para março, para facilitar o diagnóstico do novo coronavírus. A doença, conhecida como covid-19, tem sintomas semelhantes aos da gripe.

Cronograma da vacina

Caminhoneiros e motorista de ônibus  e a primeira fase da campanha de vacinação focou pessoas com idade a partir de 60 anos e trabalhadores da área da saúde. A ação teve início no dia 23 de março.

Na terceira etapa a prioridade serão professores, crianças de 6 meses a 6 anos, grávidas e mães no pós-parto. População indígena, pessoas com 55 anos ou mais, além de portadores de deficiência também estão incluídos. Nesse caso o início da vacinação será no dia 9 de maio.

Fonte: Estadão

admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhoneiros da argentina fazem protesto em apoio aos colegas brasileiros

Categoria realizou um bloqueio no terminal de exportação Caminhoneiros do Brasil se mobilizaram em protesto…

10 horas atrás

Caminhoneiro morre após cabine ficar esmagada na PR-170

O condutor realizava o transporte de bananas no momento Um motorista de caminhão, de 42…

10 horas atrás

Fique por dentro do novo Código de Tansito Brasileiro

O novo CTB teve 57 modificações que pode afetar os motoristas O Brasil Rural conversou…

10 horas atrás

DAF realizou uma primeira entrega silenciosa em Bruxelas

Combinação de 44 toneladas livre de emissões oferece perspectivas futuras "As entregas com caminhões elétricos…

10 horas atrás

Jovem casal apaixonado divulga trabalho com caminhão

O casal criou um grupo no Instagram para divulgar Um projeto que começou a ser…

10 horas atrás

Polícia recupera carreta de caminhoneiro sequestrado por 5 horas

A carreta foi abandonada após roubo da carga de soja A Polícia Militar de Santa…

10 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação