Caminhoneiros alteraram rotina no transporte boiadeiro

Caminhoneiros incorporam novos hábitos no transporte boiadeiro

Caminhoneiros alteraram rotina dentro do quadro Giro na Estrada que foi ao ar nesta sexta-feira, 10, o programa rendeu homenagens e atualizou informações sobre o trabalho dos motoristas boiadeiros de todo o Brasil, que seguem fundamentais para manutenção das operações da indústria neste momento crítico para a produção de alimentos para o país e para o mundo.

“A nossa rotina alterou um pouco, principalmente nos costumes, no dia a dia. O nosso trabalho, a gente começou esta operação de home office, mas a gente continua com contato constante na ponta, atuando com os motoristas, com o pessoal das unidades porque as unidades no Brasil todo continuam operando e os motoristas continuam fazendo o dia a dia deles, de buscar os animais, trazer com qualidade para as unidades, fazer todo o processo de operação com eles”, informou o engenheiro agrônomo e coordenador de logística do boi gordo da Friboi, Leonardo Vieira.

Vieira informou a principal mudança para os caminhoneiros foi de hábitos no contato com produtores e peões. Agora as atividades de embarque, que eram feitas em conjunto com a equipe da fazenda, respeitam o distanciamento entre as pessoas e os hábitos de lavar as mãos e usar o álcool em gel foram intensificados.

Da parte da indústria, a central de monitoramento de caminhões da TRP Transportadora, que fica em Lins-SP, montou uma operação especial para que os profissionais pudessem continuar dando suporte aos motoristas sem colocar em risco a própria saúde. “A parte de monitoramento continua. Eles tiveram só que fazer uma adequação física da operação para ter um distanciamento um pouco maior entre os profissionais. A operação, neste sentido, foi intensificada, não só no segmento boiadeiro, mas nos outros segmentos, para poder dar um suporte para estes motoristas nas viagens mais longas, de atendimento sobre o que tem na estrada para eles poderem parar, se alimentar, poder ter uma qualidade de vida, […] continuar tendo tranquilidade na operação”, apontou Veira.

Até então, a operação especial tem sido bem sucedida, mantendo as atividades da indústria ativas e sem interrupções de fornecimento. O que aumentou, segundo Vieira, foi o tempo de espera de carga e descarga dos caminhões, uma consequência de medidas tomadas para evitar aglomerações.

“Se não fossem eles (caminhoneiros), eu acho que a gente estaria com grandes dificuldades de se alimentar, de manter a nossa rotina hoje no dia a dia”, reconheceu Vieira.

Fonte: Canal Rural

admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhão é flagrado transportando casa no Paraná

De acordo com a prefeitura o transporte deveria ter uma liberação Um morador filmou o…

14 horas atrás

Caminhoneiro colide ao tentar desviar de galho de árvore

O motorista de caminhão ficou ferido e precisou de atendimento médico Uma colisão entre dois…

14 horas atrás

Vídeo flagra carreta realizando manobra após ficar sem freio

Inacreditável manobra do motorista para evitar um grave acidente Nesta quarta-feira , uma carreta carregada…

14 horas atrás

Eixo de carreta se desprende em um retorno na Dutra

O condutor do caminhão realizava um retorno no viaduto do Cajueiro Uma carreta do tipo…

14 horas atrás

De acordo com polícia caminhoneiro teria dormido ao volante em acidente

Durante o atendimento uma das faixas ficou interditada Um caminhoneiro dormiu ao volante e bateu…

14 horas atrás

Vídeo caminhoneiro perde freio e conseguiu evitar grave acidente

Durante descida na Serra de Corupá o motorista viveu um momento de tensão Um vídeo…

14 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação