Publicidade

Caminhoneiro vítima de um golpe de falso é encontrado

Publicidade

Ao que tudo indica, o motorista teria sido vítima de um golpe de falso carregamento praticado por uma quadrilha de São Paulo, assim como outros dois companheiros de trabalho

Caminhoneiro vítima de um  golpe no início da noite dessa terça-feira (7), o motorista de caminhão Paulo Ricardo Machado, morador de Sentinela do Sul, foi encontrado pela polícia, juntamente com mais dois caminhoneiros.

O desaparecimento de Paulo Ricardo repercutiu bastante nas redes sociais, após ele não dar mais notícias para a família desde a noite da segunda-feira (6). A última conversa com a esposa Maria teria sido às 22 horas desse dia, na qual ele comunicou a mulher que estaria indo para Jacareí, em São Paulo, para buscar uma carga.

Ao que tudo indica, o motorista teria sido vítima de um golpe de uma quadrilha do Estado de São Paulo, assim como os outros dois caminhoneiros. As informações apuradas pelo portal de notícias ClicR dão conta de que eles foram contratados por uma empresa de cargas paulista e quando chegaram ao local do suposto carregamento, foram rendidos e amarrados, além de terem suas carretas levadas.

Os detalhes do caso ainda não são bem claros. Contudo, a esposa de Paulo Ricardo relatou que recebeu a ligação dos profissionais da saúde que estavam com seu marido. Ela desconfiou do número, pois já havia recebido sido vítima de tentativa de golpe do falso sequestro. Porém, o número insistiu, então, ela resolveu atender e novamente se identificaram como profissionais da saúde e afirmaram que estavam com seu marido. Maria pediu para falar com ele, e foi quando o alívio veio ao escutar a voz de Paulo Ricardo.

Os três caminhoneiros foram levados para o hospital por terem quadro clínico de hipertensão. Segundo sua esposa, Paulo Ricardo estava com a pressão altíssima, pois não tomava seu remédio controlador há um tempo. Mas passado o susto, o caminhoneiro encontra-se bem e está a caminho de casa.

Fonte: Blog do Juares

Publicidade
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação