Transportadora denuncia caminhoneiro para PRF por não respeitar descanso

Caminhoneiro estava seguindo por uma rota diferente ao abordar a CNH estava vencida e tinha utilizado rebite.

Transportadora denuncia caminhoneiro de um caminhão carregado de toras foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal na manhã desta terça-feira, dia 3, dirigindo sob efeito de medicamento inibidor de sono, proibido por lei, na BR-470. Além disso, ele estava com a CNH vencida.

A PRF foi comunicada por uma empresa de Araranguá/SC que um de seus caminhões estava seguindo rota na BR 470, em Bento Gonçalves, completamente fora do roteiro. Verificado através de rastreamento, o motorista não atendia às ligações e nem respondia às mensagens de aplicativo. Uma equipe da PRF então iniciou buscas.

Em determinado ponto da rodovia, os PRFs localizaram o caminhão VW/24.280 transitando na Serra do Rio das Antas, confirmando rota totalmente divergente do programado e gerando suspeita. Após breve acompanhamento tático pela equipe policial, o condutor foi abordado. Ele estava só, e alegou estar perdido, mostrando-se totalmente confuso e com a fala arrastada.

Após consultas aos sistemas policiais, foi constatado que o caminhoneiro conduzia com a CNH vencida desde maio de 2019, e em buscas no veículo os PRFs encontraram um frasco com diversos comprimidos, que tratava-se de medicamento inibidor de sono, ilegal no país, o qual o motorista informou que havia feito uso. Ele fez o teste do etilômetro, com resultado negativo para alcoolemia. O caminhão também estava com carga estivada irregularmente.

O condutor, de 25 anos, de Araranguá/SC, foi preso e apresentado à polícia judiciária local, e o caminhão foi liberado para condutor habilitado e em condições de conduzir.

Fonte: Rádio Solaris

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler