Recuperação de 213 quilômetros da BR-230, vai custar R$48 milhões

Saiu resultado de licitação que contrata empresa para obras de recuperação de 213 quilômetros da BR-230, a Transamazônica, do Amazonas até o Pará

Recuperação de 213 quilômetros da BR-230 o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) publicou resultado de licitação que contrata empresa para fazer serviços de recuperação e conservação, a rodovia Transamazônica, em trecho que corta parte do estado do Amazonas até o Pará.

Para realizar os trabalhos, o Dnit firmará contrato no valor de R$ 48,8 milhões com a empresa Construtora Meirelles Mascarenhas Ltda., sediada na cidade de Redenção, no sul do Pará. O trecho a ser recuperado inicia na cidade de Apuí e prossegue a leste em direção ao Pará.

A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e surge em meio a discussões sobre a recuperação da BR-319, que liga Manaus-AM a Porto Velho-RO.

Consta no resultado de julgamento Pregão Eletrônico nº 281/2019-01 que o “DNIT – autarquia federal vinculada ao Ministério dos Transportes – através da Superintendência Regional do Amazonas torna público a todos os interessados na licitação do Edital em epígrafe o Resultado Final de Julgamento, conforme descrito: sagrou-se vencedora do certame a empresa Construtora Meirelles Mascarenhas Ltda., com o valor de R$ 48.819.136”.

O documento é assinado pelo superintendente do Dnit, Marcus Vinicius Melo Neto.

BR-319

Em novembro do ano passado, após cobranças dos parlamentares do Amazonas para reconstrução da BR-319 , Dnit publicou resultado de pregão eletrônico para contratar a empresa Castilho Engenharia e Empreendimentos para serviços de recuperação de 86,9 quilômetros da rodovia federal.

O resultado do pregão eletrônico foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) e revela contrato no valor de R$ 38,4 milhões para o trecho que compreende o entroncamento da rodovia federal com rodovia estadual AM-364, no quilômetro 346, até o quilômetros 433. O documento é assinado pelo superintendente do Dnit, Marcus Vinicius Melo Neto.

Ressalte-se que o resultado publicado nesta quarta, é de uma licitação realizada em agosto deste ano e não tem relação com o ‘trecho do meio’ – considerado a área mais problemática da BR-319 – cujo edital de licitação deve ser publicado no início do próximo ano.

Fonte: D24AM

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler