Caminhoneiro refém por 3 horas conseguiu escapar em posto

Caminhoneiro refém por 3 horas de 47 anos conseguiu escapar assim que os autores pararam para abastecer o carro

Caminhoneiro refém por 3 horas de 47 anos conseguiu escapar de um sequestro após passar três horas como refém em Aparecida do Taboado – a 481 quilômetros de Campo Grande. Ele aproveitou que os bandidos pararam em um posto de combustível da cidade para abastecer e escapou, mas ainda foi perseguido por um dos suspeitos.

Para a polícia, o motorista de caminhão contou que chegava em casa, por volta das 12h30 de sábado (18), quando foi abordado por um casal encapuzado. O homem estava armado e o forçou a entrar na residência, onde foi amarrado com o fio de carregador para celular e vendado. Todos os cômodos foram revirados pelos bandidos.

Em depoimento, o motorista relatou que os bandidos pediam dinheiro e armas. Durante o tempo em que foi mantido refém, ouviu a dupla dar detalhes de sua vida e confessar que estava monitorando toda a família há bastante tempo.

Após 3 horas, ele foi colocado dentro do próprio carro, um Toyota Corolla. Nesse momento um dos bandidos chegou a dar um tiro para assustá-lo. Para evitar ser colocado no porta-malas, o motorista falou que era claustrofóbica e por isso entrou no bando traseiro, com as mãos amarradas por um cadarço.

Os assaltantes dirigiram até o posto de combustível para abastecer e no caminho a vítima começou a se soltar. Quando chegaram, o caminhoneiro passou informações erradas de como abria a tampa de combustível do carro e neste momento o autor desligou o veículo. As portas então destravaram automaticamente e o homem conseguiu escapar dos assaltantes.

Conforme o boletim de ocorrência, testemunhas confirmaram a versão da vítima. Contaram que o carro chegou como se fosse abastecer normalmente, mas logo o homem saiu do Corolla contando que estava sendo assaltado e pedindo para que o frentista não colocasse combustível.

Um dos bandidos também desceu, encapuzado e armado. Ele perseguiu a vítima e atirou em sua direção pelo menos duas vezes, até os dois entrarem em um matagal e sumirem da vista das testemunhas. Buscas foram feitas pela região e logo o proprietário do Corolla foi encontrado.

Depois da perseguição, os suspeitos, que não foram identificados, abandonaram o carro e fugiram com ajuda de outro veículo. A dupla ainda levou o celular, um relógio de pulso e a carteira da vítima. Agora o caso é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Campo Grande News

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler