04 Caminhões movido a célula de combustível inicia teste

 Atacadista norueguês Asko incorpora na frota quatro veículos movido a célula de combustível

Célula de combustível é iniciado em caminhão  da Scania e o atacadista Asko iniciaram operações reais de distribuição de carga com o uso de caminhões elétricos alimentados por células de hidrogênio. A empresa colocará quatro veículos em atividade em Trondeheim, na Noruega.

A iniciativa é um projeto piloto, um dos primeiros do gênero, que proporcionará aprendizado para ambas as empresas, além de base de desenvolvimento para a fabricante.

A Scania segue roteiro em direção a uma transformação para um transporte sustentável, menos dependente de combustíveis fósseis. “Uma parte importante desta jornada é feita em conjunto com alguns parceiros, no desenvolvimento da solução próximo ao cliente”, lembra em nota Karin Rådström, chefe de vendas e marketing da Scania.

Ampla gama de soluções

De acordo com a empresa, da mesma maneira com que trabalha nas tecnologias empregadas em motores térmicos, a eletrificação também recebe uma abordagem multifacetada para poder entregar ampla gama de soluções, dos veículos híbridos aos 100% elétricos.

A tecnologia utilizada pelos caminhões que chegaram na Asko, o motor convencional deu lugar a um motor elétrico, alimentado pela corrente elétrica produzida pela célula de combustível a partir de uma reação eletroquímica entre hidrogênio e oxigênio. O restante do trem de força é composto pelos mesmos componentes usados ​​nos caminhões e ônibus híbridos que a Scania já fornece.

Os veículos são configurados como 6×2, tem peso bruto total de 26 toneladas, motor elétrico de 290 kW, transmissão de duas velocidades e torque máximo de 2.200 Nm. A capacidade instalada da bateria é de 56 kW/h, traz reservatório de armazenamento de hidrogênio de 33 kg a 350 bar e autonomia estimada entre 400 e 500 quilômetros.

Fonte: Auto Industria

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler