Produtores pedem redução no frete na BR-163

Obras de pavimentação com asfalto poroso, mais aderente, na pista principal do Aeroporto Santos Dumont.

BR-163: Com asfalto recuperado produtores pedem redução no preço do frete

Com a conclusão das obras de recuperação do asfalto de um importante trecho da BR-163, que liga os estados de Mato Grosso e do Pará, produtores, especialmente de soja e milho, redução no frete na BR-163. A rodovia agora está livre de atoleiros que antes atrasavam o transporte dos grãos e elevavam os custos do escoamento.

Para Edeon Vaz Ferreira, diretor Executivo do Movimento Pró Logística de Mato Grosso, não há mais justificativa para manutenção dos atuais valores.

O caminhoneiro Délcio Kappes, de 50 anos, sabe o que é ficar horas ou até dias parado por causa das péssimas condições da rodovia, por isso, hoje ele comemora a conclusão do asfaltamento na BR-163. No entanto, Délcio se preocupa com uma possível diminuição do preço do frete.

Mas o que produtores e caminhoneiros têm em comum é o desejo de que a manutenção da BR-163 seja constante, já que agora o fluxo de veículos na rodovia e a quantidade de grãos transportados tende a aumentar.

O trecho pavimentado da BR-163 tem 51 quilômetros. O serviço foi feito por militares do 8º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército. O DNIT, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, informou que além das obras de asfaltamento e manutenção, também iniciou o trabalho de hidrossemeadura na região, ou seja, estão sendo plantadas sementes para criar vegetação de proteção no local e evitar erosões.

Fonte: EBC

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler