“Privatizações e infraestrutura “plano de Bolsonaro para enxugar o Estado

“Com o setor público sem capacidade de investimento, o governo de Jair Bolsonaro deu início em 2019 a uma agenda ampla de privatizações e infraestrutura. O objetivo do plano é reduzir o tamanho do Estado por meio da venda de estatais e de concessões públicas, repassando para a iniciativa privada a responsabilidade pelos investimentos necessários ao desenvolvimento e melhorias de aeroportos, portos, ferrovias, rodovias, campos de petróleo, entre outros.

Ao longo de 2019, foram concedidos à iniciativa privada 13 terminais portuários, 12 aeroportos, uma rodovia e uma ferrovia. Também foram feitos três leilões para exploração de petróleo, incluindo o megaleilão conhecido como “cessão onerosa”. E foram vendidos mais de R$ 100 bilhões em ativos, como subsidiárias, campos naturais e ações que a União ou suas estatais tinham em outras empresas. A maior parte desses R$ 100 bilhões vai para o caixa das estatais do governo, pois elas eram as donas de grande parte dos ativos.

Segundo dados do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o governo já conseguiu atrair, em 2019, R$ 442 bilhões em compromissos de investimentos com as concessões na área de infraestrutura para a iniciativa privada. Esse montante será aplicado ao longo do tempo de concessão, que normalmente varia em torno de 30 anos.”

Fonte: Gazeta do Povo 

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler