Preço do diesel tem alta em outubro

O diesel teve a maior alta do período.


O bolso do consumidor em geral segue sentido o peso dos preços. Com o combustível não tem sido diferente. O valor médio do litro do produto, especialmente da gasolina, tem encontrado resistência em diminuir. Pelo contrário, as altas têm sido até frequentes. O preço médio do diesel, em Concórdia, chegou a R$ 4,29 no mês de outubro. 

Conforme levantamento feito pela reportagem da emissora, através do site da Agência Nacional do Petróleo (ANP), esse valor é sete centavos a mais do que o registrado em setembro. Foram consultados 24 postos durante o mês anterior, onde o produto saiu de R$ 4,20 a R$ 4,40. E como tem sido nos últimos tempos, ela seguia como a mais cara de Santa Catarina.

O etanol também subiu. Foi uma alta mais modesta, de três centavos. Saltou de R$ 3,76 para R$ 3,79 em outubro, na média final, aponta a ANP. Nos 12 postos consultados pela agência, o produto era encontrado pelos preços de R$ 3,70 a R$ 3,90. A exemplo da gasolina, o etanol também segue como o produto com o preço médio mais alto do Estado.

O diesel surpreendeu pela alta. Foram dez centavos a mais de setembro para outubro. Fechou, conforme a ANP, com média de R$ 3,63 o litro. Esta média coloca o diesel concordiense como o terceiro mais caro do Estado, conforme a agência. Foram pesquisados preços em 20 postos, com valores que variavam de R$ 3,40 a R$ 3,80. 

Essa alta no preço dos produtos é porque os postos repassam para o consumidor o valor reajustado nas distribuidoras, que, por sua vez, sofreram com o aumento nas refinarias. A Petrobrás tem reajustado o preço do produto com frequência para alinhar com o mercado internacional do petróleo.

Fonte: Rádio Rural


brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler