Trechos de Belmont e do Ramal Maravilha continuam com risco de desmoronamento

Trechos da Estrada do Belmont e do Ramal Maravilha seguem com risco de desmoronamento

O problema de desmoronamento em um trecho da Estrada do Belmont e na estrada do Ramal Maravilha ainda continua, conforme constatou o RONDONIAGORA na última sexta-feira (11). Caminhões pesados, carros e motocicletas usam os dois locais como rota.


No dia 24 de julho deste ano, a reportagem esteve na Estrada do Belmont no trecho onde foi feito um enrocamento pelo DER com pedaços de rochas por causa de um desmoronamento que começou em 2017. Este ano, o nível do Rio Madeira aumentou consideravelmente, e a água invadiu parte da estrada, o que pode ter contribuído para o problema na medida em que o nível do rio foi baixando.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Marcelo Santos confirmou o desmoronamento e rachaduras no trecho onde foi feito a obra. Fitas sinalizadoras chegaram a ser colocadas para orientar quem passa pela região, mas foram retiradas indevidamente. Um relatório foi encaminhado para o DER relatando o problema.

Na margem esquerda do rio, num trecho da Estrada do Ramal Maravilha, também continua desmoronando e invadindo cada vez mais a estrada. O trecho pode ser interditado caso a erosão continue avançando. Mais de 300 famílias moram na região.

A Defesa Civil também já esteve no local várias vezes, contatou o desmoronamento, sinalizou e enviou vários relatórios para a DER informando o problema.

Desde quando a erosão começou, há aproximadamente 10 anos, já foram feitos três desvios no trecho que está desbarrancando.

Segundo a Defesa Civil, o que pode ter influenciado no aumento do desmoronamento, foi a presença de dragas no rio, grandes embarcações que encostam nas proximidades, rebocadores de barcos e caminhões.
brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler