PRF prende caminhoneiro com arrebite desrespeitando a lei do descanso

PRF apreende anfetamina e prende homem na BR-104

Droga era utilizada por caminhoneiro para inibir o sono e prolongar a viagem

Durante revista, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontraram com um caminhoneiro 18 comprimidos de anfetamina. O flagrante aconteceu no KM 29 da BR - 104, município de União dos Palmares/AL, nessa segunda-feira (7).

Passava das 17h quando a equipe da PRF abordou o caminhão Vw/24.280, de cor dourada, com dois ocupantes. Após a abordagem, os policiais faziam os procedimentos de verificação ao veículo quando encontraram 18 comprimidos de Nobésio Extra Forte, popularmente conhecido por "rebite". Esse tipo de droga é utilizado por motoristas para inibir o sono e prolongar a viagem, desrespeitando a lei do descanso (Lei nº 12.619/12) e aumentando, consequentemente, o risco de acidentes graves.

Questionado pelos agentes, o passageiro confessou ser o dono da droga e disse que costuma usá-la para deixá-lo mais ativo e conseguir dirigir, sem parar, por mais tempo. O condutor, filho do passageiro, declarou que viajava com o pai vindo de Nossa Senhora do Socorro/SE com destino à Campina Grande/PB. Os dois se revezavam na condução do veículo. 

Diante dos fatos, o passageiro, de 49 anos, e todo o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de União dos Palmares/AL para procedimentos cabíveis. Ele deverá responder por porte de drogas para consumo próprio (art. 28 da Lei de Drogas).

Fonte: Gazeta web

9 comentários:

  1. Porque a PRF não prende o embarcador que não paga a tabela de frete ou que bota carga com horário. Tem e que fiscalizar quem tá oferecendo o frete, o caminhoneiro precisa pagar as contas e botar comida em casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo seu comentário! Parabéns...Polícia para quem precisa de polícia...

      Excluir
  2. Neguem ve fala qui elis prenden ladrao i ess merda di midia qui divulga iso e pior so prenden quem traballha p si aparese prende o ladrao di carga tambem

    ResponderExcluir
  3. A lei foi feita e deve ser cumprida, doa a quem doer,o pior que existe muitos outros que usam drogas mais pesada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aonde ele pode enconstar no trecho que a própria reportagem falou......quem conhece aquele trecho sabe como é....acredito sinceramente que se tivesse lugares seguros e com boa assistencia muitos descansariam, não há onde parar e aposto o que vcs quiserem que o motorista não vai ficar a disposição do MP por que o próprio delegado entende isso...

      Excluir
  4. Polícia rodoviária Federal! Vão prender os bandidos que roubam e matam os pais de família nas estradas! Polícia é pra prender bandidos e não perseguir país de família trabalhando,deixem de ser hipócritas!

    ResponderExcluir
  5. Trabalho a 25 anos com caminhão e nunca tomei droga pra trabalhar e graças a Deus tenho o meu caminhão pago sem exagero de trabalho a saúde em primeiro lugar tem que ver que quando morrer tdo que conquistou não vai no caixão

    ResponderExcluir
  6. acredito que,na pior das hipoteses,mesmo o Brasil ruim do jeito que tà...ainda deve cargas por aì que para serem entregues em tempo habil,não precise de tal artificio....a não ser que jà exista uma certa dependência....

    ResponderExcluir
  7. Muitos tomam isso por conta do trecho que não há onde parar .....eu quero ver a PRF depois das 22 todos os dias por lá.....nunca estão...volta e meia fazem uma barreira destas como se adiantasse alguma coisa...enquanto eles levavam um trabalhador em erro para delegacia outros eram assaltados ,afinal é mais fácil prender quem não resiste.queria ver mesmo uma polícia federal ao lado do camioneiro, não dou razão para o mesmo mas entendo o perreio que é não ter onde parar, seria muito melhor se a PRF segurasse a chave do caminhão e exigisse que o mesmo fechasse o caminhão e fosse descansar....mas isso eles nunca conseguiriam por que logo mais teriam que ir embora então mais ir pra delegacia e deixar lá pro delegado e irem embora

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário...