Caminhoneiro desrespeitando lei do descanso é flagrado com "rebite"



Na tarde de domingo, dia 13, um caminhoneiro de 35 anos foi flagrado no KM 227 da Rodovia Presidente Dutra, em Piraí, com “rebite”.


A equipe da 7ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizando fiscalização relativa à Operação Rota Segura 2019, no posto de Caiçara, abordou um caminhão VW/24.250 com placas de Vacaria/RS, por volta das 14h40min. Segundo condutor, ele seguia com destino ao CEASA, de Irajá de Nobésio, remédio de venda proibida no país por ter anfetamina em sua composição e utilizado por caminhoneiro como “rebite”, com três comprimidos restantes, apresentado evidência de terem sido utilizados os outros comprimidos da cartela.
Diante da constatação, foi lavrado Termo Circunstanciado de ocorrência da PRF (TCO), tendo o motorista assinado e se comprometido a comparecer ao Juizado Especial Criminal (JECRIM), quando for intimado. “Como o motorista não apresentava qualquer alteração de comportamento ou sinais evidentes de estar sob efeito da droga, alegando que iria fazer uso do rebite na viagem de volta, quando retornasse, ele foi liberado para responder ao processo em liberdade e seguir viagem”, disse a PRF.

13 comentários:

  1. Essas desgraças sabem que temos ki rodar na carga horária e ficam de putaria vai na empresa então porra e e fecha ...e fala em desemprego...todo mundo quer roupa comida papel caneta encomendas pela internet com rapidez na entrega mas não vê que na frente disso vai um motorista ribitado todo mundo sabe... Eles kerem o horário mas não ker que vc use rebite a pera lá até essas desgraças usam rebite ... Moral da história polícia rodoviária federal gosta é de fazer raiva em caminhoneiro porke sabe ki muito de nois não temos estudo quando pegam um que tem um conhecimento abaixam a bola

    ResponderExcluir
  2. Anônimo, concordo com VC, em vez deles bater em cima das empresas e embarcadores que ficam exigindo horário,eles ficam xaropiando os motoristas , vão cobrar dos grandes.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei vários anos fazendo viagens de 18 a 20 horas sem parar agora preciso fazer cirurgia da coluna e a empresa disse que e doença só pra não depositar FGTS

    ResponderExcluir
  4. Trabalhei vários anos no bate volta 18,24,36 horas direito agora to com problema na coluna e a empresa disse que e doença só pra não depositar o FGTS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pega um advogado e monta um processo alegando que essa doença foi causada pelo excesso de trabalho. E põe na justiça.

      Excluir
    2. O que importa é o código B91 que o perito coloca na carta de concessão do benefício.
      Se a empresa não depositar procura um advogado previdênciario e mete na justiça.

      Excluir
  5. Trabalhei vários anos rodando 24hs por dia durante 30 anos e hoje eu olho para trás e olho para frente pq eu quero não pq eu gosto

    ResponderExcluir
  6. A polícia tá errado de soltar este marginal, digamos assim.
    Este aí tira,avisa pai de família não nd ver com os problema dele e do patrão

    ResponderExcluir
  7. Motorista w tem respeito é esperto não usa essa porcaria..e só motora otario troxa metido a bom.meu sonho é ser um policial rodoviária eu acabaria com todos esses inrresponsaveis

    ResponderExcluir
  8. E so ter frete que preste e o diesel baixar que nao precisa toma rebite e trabalhar demais.

    ResponderExcluir
  9. Capaz que eles vão nos grandes empresas tudo rola dinheiro dai punem os mais fracos com sempre fazem uma maquiagem pra dizer que a lei está sendo cumprida kkkkkkk da vergonha de falar que sou caminhoneiro as vezes me sinto um lixo perante a sociedade pra eles nois não passa de drogados maginais nois nunca teremos valor pra esse povo se nois não trabalhar passam fome hoje depois de 20 anos de profissão estou pesando em parar pois vejo uma sociedade que só pensa neles nos tratam como lixo e triste isso aqueles que ficarem na profissão muita Boa sorte e que Deus os protejam

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário...