Caminhão a gás tem custo maior que diesel

Caminhoneiro gastaria R$ 50 a mais para percorrer 1.000 km em veículo movido GNV

A primeira impressão passada pelo caminhão movido a gás natural é o baixo nível de ruído. 

A segunda é o cheiro no ar, ou melhor, a ausência dele. Após ser processado no sistema de escapamento, o gás torna-se praticamente inodoro.O veículo é a proposta da Scania para reduzir a dependência do petróleo e aproveitar futuros incentivos ao GNV.

 O modelo começa a ser vendido na Fenatran, feira do setor de transporte que será aberta ao público nesta segunda (14), em São Paulo.Em uma volta ao volante do caminhão P340 6×2 a gás na pista da fábrica, em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo), nota-se pouca diferença em comparação ao diesel. É um teste controlado e sem uma carreta para puxar, mas os números de potência e torque são próximos. O maior problema são os valores.

Fonte: Folha

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler