CNI e Sebrae vão propor MEI caminhoneiro em meio a novela do frete

Projeto pode aumentar teto de faturamento para formalização de motoristas.


Proposta quer garantir aos motoristas um teto de faturamento anual superior ao dos demais microempreendedores individuais, atualmente em R$ 81 mil.



A CNI (Confederação Nacional da indústria) e o Sebrae encaminharão ao governo uma proposta de MEI caminhoneiro para garantir aos motoristas um teto de faturamento anual superior ao dos demais microempreendedores individuais, atualmente em R$ 81 mil.

Como a categoria tem altos custos com combustível e manutenção, o valor seria maior.

De acordo com a CNI, a solução reduziria a atuação de atravessadores à medida em que elevaria a remuneração do caminhoneiro. Quando o motorista tem CNPJ e pode emitir nota, os encargos para o contratante caem.

O julgamento da constitucionalidade da tabela do frete, que aconteceria no próximo dia 4, foi adiado pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A CNI disse lastimar a decisão.

Fonte: Yahoo

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler