GM firma acordo para contratar funcionários da Ford

Reunião teve a presença do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, para anunciar a intenção de contratação dos funcionários que serão demitidos na Ford

A General Motors firmou um compromisso para contratação preferencial de funcionários da fábrica da Ford de São Bernardo do Campo (SP). O acordo foi assinado na sede da montadora, em São Caetano do Sul.

Na reunião, que teve a presença do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, e do presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, a empresa assumiu que deve aproveitar uma parcela dos funcionários que serão demitidos com o fechamento da fábrica da Ford, anunciado para este ano.




Segundo a prefeitura, os funcionários que podem ser contratados farão o contato via a Central de Trabalho e Renda (CTR) de São Bernardo, serviço para recolocação de desempregados da prefeitura local. Além de fazer o encaminhamento, realizará também qualificação dos profissionais para lidar com novas tecnologias utilizadas pela GM.

O CEO da GM, Zarlenga, pontuou que absorver esses funcionários da Ford traz a facilidade de serem pessoas já treinadas no segmento automotivo e com conhecimento do funcionamento de uma fábrica.

GM já deveria contratar em breve
Além de ser bom para os trabalhadores, o benefício também é claro para a GM , pois a marca já poderia contratar os novos funcionários em breve. A empresa vai começar a produzir as novas gerações de Onix, Onix Sedan (ex-Prisma) e um novo SUV compacto, o sucessor do Tracker. E, por isso, precisa de mais gente na linha.

Em março, a General Motors confirmou o investimento de R$ 10 bilhões em fábricas no Estado de São Paulo. Os R$ 10 bilhões serão distribuídos nas plantas de São José dos Campos e São Caetano do Sul, entre 2020 e 2024.

Isso faz parte do IncetivAuto, um programa criado pelo Estado de São Paulo para dar descontos de até 25% no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). E as duas principais medidas para receber o incentivo são injetar ao menos R$ 1 bilhão no Estado e gerar, no mínimo, 400 novos postos de trabalho.

Fábrica da Ford pode ser comprada pela CAOA
A CAOA, empresa nacional que é representante da área de carros importados da Hyundai e controladora da Caoa Chery, confirmou que negocia a compra da unidade fabril. Segundo publicou o Jornal do Carro, a proposta seria produzir caminhões leves da Ford sob licença e também veículos pesados da Hyundai caminhões, da linha Xcient.

Há tempos a Caoa vem estudando a viabilidade de produzir caminhões semi-pesados e pesados no Brasil. O grupo já fabrica os leves HR e HD80 em Anápolis (GO).

Fonte: Estadão

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler