Caminhoneiro autônomo: 5 dicas para se tornar um

Motorista de caminhão

As 5 dicas para se tornar um caminhoneiro autônomo de sucesso

Apesar das dificuldades do cotidiano, trabalhar com fretes pode ser uma profissão bastante interessante. Porém, é preciso conhecer o mercado para conseguir driblar os percalços que aparecem, como a dependência de atravessadores, viagens com pouca lucratividade e o tempo ocioso. 

Para alcançar o sucesso, além de saber lidar com essas adversidades, é preciso ter perfil para a profissão e seguir os passos certos. Preparado? Então, veja as vantagens de optar por essa profissão e dicas logo abaixo!

As vantagens de ser caminhoneiro autônomo
Ser um trabalhador autônomo traz uma série de vantagens. A principal delas é a flexibilidade de horários. Dessa forma, você ajusta o seu horário conforme a sua conveniência, podendo separar momentos para o trabalho e para outros compromissos de acordo com a sua vontade.

Outra vantagem é que o caminhoneiro autônomo toma as suas próprias decisões, sendo totalmente independente. Dessa forma, escolhe quais trabalhos deseja fazer, pode se negar a pegar determinado serviço e tem a opção de definir os destinos e tipos de carga que prefere transportar.

Além disso, o caminhoneiro autônomo é dono do seu próprio negócio. Assim, todo o dinheiro que entra é dele, sem necessidade de dividir com mais ninguém. Por outro lado, exatamente por conta dessas vantagens, essa profissão não é para qualquer um.

A pessoa precisa ser focada no trabalho, ter força para correr atrás dos serviços e saber administrar o tempo. Caso contrário, poderá ficar muito tempo ocioso e sem faturar ou trabalhar demais e perder a saúde. Também é preciso cuidar das finanças, pois, assim como o lucro, as despesas também serão todas suas.


As 5 dicas para se tornar um caminhoneiro autônomo
Gostou das vantagens e acha que tem o perfil para ser um caminhoneiro autônomo? Nesse caso, veja as dicas abaixo para você alcançar o sucesso nessa profissão!

1. Tenha um caminhão e providencie o RNTRC

O primeiro passo para trabalhar como caminhoneiro autônomo é ter um caminhão e seu registro na ANTT. Isso é fundamental para começar a trabalhar sem ter problemas com a fiscalização.

Quanto ao veículo, caso não tenha os recursos necessários para a aquisição à vista, existem algumas alternativas, como o financiamento bancário e o consórcio. Além dessas, é bom pesquisar junto às lojas de caminhões seminovos e concessionárias, pois esse é um mercado que costuma receber subsídios do governo por meio de linhas de crédito com juros mais baixos.

Em relação ao RNTRC — Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas —, trata-se de um passo obrigatório para se tornar um caminhoneiro autônomo. A explicação para isso é simples. Toda empresa ou trabalhador autônomo do setor de transporte de cargas precisa possuir esse registro junto à ANTT para poder trabalhar.

Caso não tenha o registro e seja flagrado em uma fiscalização transportando cargas de terceiros, será multado. Além disso, o contratante de um prestador de serviços sem o devido registro na ANTT também é multado. Sabendo disso, ninguém contratará você se não tiver com a documentação toda em ordem.


2. Organize-se financeiramente

Como dito antes, o caminhoneiro autônomo precisa saber administrar bem o seu dinheiro. Da mesma forma que fica com todo o lucro fruto de seu trabalho, também terá que arcar com todas as despesas do caminhão.

Dessa forma, é preciso se organizar para ter como pagar despesas de valor elevado, como os impostos e seguro do caminhão, e os custos do cotidiano, como os gastos com a viagem. Uma dica é ter um fluxo de caixa. Nele, você anota tudo o que recebe e gasta. Dessa forma, você sabe o quanto ganha e para onde vai o seu dinheiro.

Outra dica para conseguir manter as finanças em ordem é trabalhar para empresas que adiantam parte do valor do frete no ato da contratação. Dessa maneira, você tem recursos para viajar sem se preocupar com o dinheiro para o diesel, os pedágios e a alimentação.

3. Mantenha-se sempre atualizado

Para conseguir trabalhos constantemente, é preciso se manter atualizado com o mercado. Procure saber quais são as carências das empresas do setor de transporte e faça cursos para suprir tais necessidades. Agindo assim, você valoriza o seu trabalho e consegue fretes de valor mais elevado.

Alguns exemplos de cursos bem valorizados são os de transporte de produtos perigosos e os de cargas indivisíveis. São especializações que, normalmente, trazem mais rendimentos ao caminhoneiro autônomo.


4. Busque diferentes fontes de frete

Diferentemente do caminhoneiro agregado, que possui contrato com uma transportadora e recebe trabalhos com determinada frequência, o autônomo precisa buscar serviços. Para isso, sempre foi necessário ter bons contatos em diversas empresas demandantes de transporte de mercadorias.

Esses contatos continuam importantes, mas deixaram de ser a principal fonte de trabalho para muitos caminhoneiros autônomos. Agora, com o auxílio da tecnologia, é possível conseguir fretes de diversas empresas sem conhecer ninguém lá dentro.

Por meio de aplicativos, como Rapp, da Rodojacto, o caminhoneiro efetua um cadastro e passa a receber ofertas de trabalho no local que se encontra. Com total autonomia, ele decide se pega ou não o serviço.

Essa é uma maneira de conseguir frete quando desejar e partindo de onde estiver. Assim, aumenta-se ainda mais a flexibilidade do trabalhador autônomo e diminuem-se os riscos de ficar ocioso ou fazer a viagem de volta sem carga.

5. Preste o melhor serviço possível

A melhor maneira de manter uma demanda constante pelos seus serviços de transportador é oferecer qualidade no trabalho. Ao fazer isso, o seu nome fica na memória de quem contratou, e essa pessoa lembrará de você quando precisar.

Algumas dicas para prestar o melhor serviço possível:

cumpra os horários e prazos estabelecidos;
cuide para que a carga chegue ao seu destino intacta;
mantenha seu caminhão sempre em ordem para evitar atrasos;
caso tenha problemas, avise imediatamente e procure resolvê-los o quanto antes.
Percebeu como ser um caminhoneiro autônomo tem uma série de vantagens, mas também demanda diversos cuidados por parte do profissional? Porém, para quem possui esse perfil, esses passos são realizados com facilidade.

Esse é o seu caso? Então, não deixe de entrar em contato com a Rodojacto e procure saber mais sobre o app Rapp, aplicativo essencial para os caminhoneiros autônomos!
Fonte: Blog Rodojacto

Nenhum comentário

Deixe seu comentário...