Linha de cabines 4.0, Mercedes-Benz avança na engenharia digital

Linha de cabines 4.0, Mercedes-Benz avança na engenharia digital

A recuperação do mercado de caminhões com a volta do crescimento das vendas coincide com o momento em que a Mercedes-Benz avança na automação da sua fábrica na engenharia 4.0 com a inauguração da nova fábrica de cabines na planta de São Bernardo do Campo (SP).  
O presidente da da Mercedes-Benz do Brasil, Philipp Schiemer, lembrou que depois de dois anos, a empresa começou o ano com o segundo turno contratando 400 trabalhadores. O executivo destacou que com a nova linha de cabines, a unidade de São Bernardo do Campo passa ser referência mundial na produção de caminhões.
O principal executivo da Mercedes-Benz defendeu a necessidade de modernização e medidas para deixar o país competitivo e atrair investidores. “O Brasil oferecer condições competitivas à indústria”.Também criticou a quantidade de impostos e a falta de infraestrutura.

- Ou toma das medidas agora e faz as mudanças ou a economia ficará prejudicada. 

Schiemer manifestou o desejo de colaborar para a retomada do crescimento da economia brasileira e reiterou que não da mais para esperar para fazer a modernização do país.

Investimento de R$ 100 milhões na linha de cabines
 A linha de cabines avança na engenharia 4.0 para montagem de caminhões e completa o processo  iniciado no final de 2017. O projeto começou a quatro anos com investimento na unidade de cabines de R$ 100 milhões, dentro do programa de R$ 2,4 bilhões previsto de 2018 a 2022 para modernização da planta e desenvolvimento de novos produtos , serviços e tecnologia.

Robôs fazem o trabalho repetetitivo
A nova fábrica de cabines 4.0 traz avançadas tecnologias nos processos de produção  como realidade virtual, internet das coisas, armazenamento de dados na nuvem, inteligência artificial e Big Data. Os recursos permitem acompanhar em tempo real todas as etapas da produção por aplicativos.


Transportadores autônomos das cabines
Para Schiemer, as linhas de montagem de cabines e caminhões aumentarão 15% na eficiência produção e 20% na logística em relação aos processos anteriores. As próximas etapas preveem o avanço nas fábricas de motores, eixos, transmissões e chassi de ônibus. 


- É uma revolução no processo de produzir, pois permite análise de dados, descomplica processos, melhora a qualidade do produto e a ergonomia nos postos de trabalho – enfatiza Schiemer.

A interação do homem com a tecnologia é valorizada  nova linha de montagem de caminhões. Som o comando dos colaboradores, a indústria 4.0 assegura altos padrões de qualidade, produtividade e flexibilidade para atendimento aos clientes.

Processo em tempo real
As informações do processo de produção são armazenadas e disponíveis em tempo real. As cabines são montadas sobre AGVs.

Os veículos com deslocamento automático têm ajuste de altura para acompanhar a ergonomia do operador. 



Veículos autônomos levam até 150 quilos de peças
Veículos autônomos circulam pela fábrica com componentes e peças para abastecer a linha de montagem.   Robôs auxiliares montam peças que exigem movimentos repetitivos. Um aplicativo permite o acompanhamento e o gerenciamento de todo o processo por computador, tablet ou smartphone independente do local. 


O sistema tem interface da planta de Juiz de Fora (MG), que faz a pintura das cabines, com  as diversas áreas do complexo de São Bernardo do Campo.

A integração em tempo real  facilita a logística no transporte das cabines.



Os dados do processo de produção são armazenados em um Data Lake e alimentam sistemas de inteligência artificial e Big Data. O que permite monitorar a qualidade de todos os produtos, detectar falhas e até fazer uma correlação com as informações de Vendas, flexibilizando o mix de produção.


Com a realidade aumentada, os óculos de imagem e som são utilizados no início do processo de montagem da cabine para a manutenção preventiva. O recurso permite visualizar parâmetros e informações dos sensores de equipamentos ou do processo produtivo, o que reduz o tempo e garante qualidade na execução da tarefa. 
Fonte: Gaucha

Nenhum comentário

Deixe seu comentário...