130.000 balas roubadas em transportadora no RS

caminhão roubado

Motorista foi abordado por quatro homens enquanto estava dormindo e veículo foi encontrado abandonado e sem o carregamento em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre

Uma carga de munição com 130 mil cápsulas de calibre .40 foi roubada na madrugada desta quinta-feira (7) em Portão, no Vale do Sinos. Também foram levados dois rifles e armas de pressão. A carga é avaliada em R$ 1,3 milhão.  Conforme o delegado Arthur Raldi, da Especializada em Roubo de Cargas, o carregamento estava em um caminhão e o motorista foi rendido por quatro homens enquanto estava dormindo em uma empresa. Depois, foi colocado no porta-malas de um carro.

A carga veio de São Paulo e seria distribuída para diversos pontos em Porto Alegre. Órgãos de segurança, como Brigada Militar e Polícia Civil, estão entre os destinos da munição. O condutor foi liberado pouco tempo depois na Avenida Cezar Antonio Bettanin, em Esteio. O caminhão foi localizado abandonado em Viamão.

O motorista foi levado à delegacia e contou que os criminosos usavam máscaras cirúrgicas. Outros detalhes não foram repassados. Raldi disse que a carga não tinha escolta, mas não passou mais informações.

O assalto foi percebido pela empresa de segurança que constatou, à 1h32min, a ausência do caminhão e do motorista. A partir daí, o veículo começou a ser monitorado pelo rastreador. Às 4h24min, o GPS indicou a última localização do caminhão: uma área rural em Viamão. Cerca de uma hora depois, o veículo foi encontrado pela Brigada Militar.
 
A carga era da Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC). A empresa, por meio da assessoria de imprensa, informou que a carga estava na transportadora e, por isso, não era de responsabilidade da CBC. Questionada sobre ausência de escolta e do destino da munição, a empresa não se manifestou.
Fonte: DEFESA NET

Nenhum comentário

Deixe seu comentário...