Volvo apresenta o maior caminhão articulado do mundo

Volvo apresenta o maior caminhão articulado do mundo

Modelo A60H tem capacidade para 55 toneladas, a maior já oferecida neste tipo de veículo

A Volvo CE, unidade da empresa especializada em máquinas de construção, levou para a M&T Expo 2018, em São Paulo, feira voltada para o setor de infraestrutura, o A60H, seu mais desenvolvimento de caminhão articulado, considerado o maior do mundo para este tipo de veículo, com capacidade de carga de 55 toneladas.

O conceito, inventado pela Volvo, introduz articulações na parte traseira do veículo, fazendo com que sua capacidade para se adaptar e enfrentar aos mais severos terrenos, como os encontrados na mineração, pedreiras e canteiros de obras.

O A60H surgiu como uma resposta da fabricante para demandas por alta produtividade no setor da construção. O modelo garante o desempenho desejado em operações que exigem escavações massivas, independentemente de condições adversas, como chuva, topografia acidentada e terreno lamacento.


Por ter mais capacidade, o lançamento da Volvo CE é capaz de entregar uma produção horária até 40% maior se comparado, por exemplo, ao modelo A45G, um dos seus irmãos de menor porte.

“O novo articulado oferece produção contínua e grande confiabilidade, graças à grande capacidade de carga e ao potente motor de 16 litros e 663 cv”, destaca Boris Sánchez, gerente de suporte a vendas e aplicações da Volvo CE Latin America.

O motor é associado a um sistema de transmissão automática. Tem bloqueio de diferencial, suspensão do tipo Bogie e direção hidromecânica autocompensante. Traz ainda freios a disco úmido em todas as rodas e fácil acesso a todos os pontos de manutenção. “É uma das mais inovadoras máquinas cridas pela Volvo”, destaca Gilson Capato, diretor comercial da Volvo CE no Brasil.

Para garantir rentabilidade nas operações, o veículo é dotado de uma série de sistemas para melhor gestão do serviço, como o OBW, On Board Weighing, dispositivo que pesagem da carga que favorece maior produção por ciclo de trabalho, e o Matris, ferramenta de monitoramento da máquina que contribui com maior disponibilidade do veículo.
Fonte: Estadão