Dnit começa a usar balanças móveis para fiscalizar BRs no Acre

Dnit começa a usar balanças móveis para fiscalizar BRs no Acre

Fiscalizações em ambas as rodovias ocorrerá em locais e horários imprevisíveis para surpreender condutores e aumentar o Poder fiscalizatório.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), iniciou, nesta segunda-feira (5), o funcionamento de balanças móveis portáteis na fiscalização das rodovias BR-364 e BR-317.
Segundo Thiago Caetano, superintendente do órgão no Acre, as fiscalizações em ambas as rodovias vão ocorrer em locais e horários imprevisíveis para surpreender os condutores e aumentar o poder de fiscalização. O objetivo é, com uso das balanças, prolongar a vida útil das rodovias que cortam o estado.
“Iniciamos as operações com as duas balanças que vão atender as BRs-364 e 317. No primeiro momento, o funcionamento será educativo, orientando os condutores, não haverá autuações. Porém, quem for flagrado não poderá seguir viagem. Terá que fazer transbordo de carga. As balanças são móveis, vão trabalhar em horários e locais distintos, sem previsão de onde as operações vão ocorrer”, disse Caetano.
O superintendente falou ainda que a intenção é garantir a trafegabilidade durante todo o inverno.
“O objetivo é aumentar o poder fiscalizatório e impedir que pessoas mal intencionadas tentem burlar a fiscalização quanto ao excesso de peso. As balanças vão funcionar de forma permanente ao longo de todo o período de inverno, buscando proteger as rodovias e os investimentos que estão sendo feitos”, complementou.
Caetano disse que durante o mês de novembro o limite de peso ainda está normal. É a mesma regra vigente no Brasil, que estabelece para cada tipo de veículo de acordo com os eixos estabelecidos pelo Contran, acrescido de 5%.
“Em dezembro, será baixada uma portaria que, ao contrário do ano passado, quando foi restringido a quantidade de eixo. Este ano essa limitação não vai ocorrer devido o avanço das obras, vamos limitar o limite de peso por eixo. Com isso, os transportadores vão poder manter o abastecimento do comércio sem maiores transtornos”, afirmou.
A restrição de peso transportado entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul é feita todo ano durante o inverno devido às condições da BR. Nos últimos anos, com as obras feitas na BR-364, que ainda são de caráter preliminar, as condições de tráfego na via melhoraram. Porém, os serviços ainda não são definitivos. Uma nova licitação deve ocorrer para que uma estrutura adequada seja construída.
Fonte: G1