Uruguai: transportadores discutem tabelamento de fretes para a próxima safra e não descartam medidas de força

Uruguai: transportadores discutem tabelamento de fretes para a próxima safra e não descartam medidas de força

A Comissão de Transporte de Grãos do Uruguai convidou as agremiações de produtores para uma reunião na próxima quinta-feira (1) a fim de apresentar uma tarifa com base em quilômetros e toneladas que contempla os custos dos transportadores de grãos, com um objetivo de chegar a um acordo.

Julio Zednicek, integrante da Comissão de Transporte de Grãos, disse ao Rurales El País que, com a tarifa fixada, busca-se ter um consenso na equação de custos, já que, trabalhar debaixo da margem estabelecida, significa perder dinheiro.

Ele explicou que se trata de uma tarifa bastante similar à da carga de soja da última safra. "Somos conscientes das dificuldades do agronegócio, por isso tentamos baixar nossos custos ao mínimo para defender um país produtivo, mas não podemos defendê-lo as custas de um transporte fundido".

Zednicek apontou que alguns contratantes já manifestaram o interesse de pagar 25% a 30% abaixo da tarifa apresentada, o que é totalmente rechaçado pela Comissão.

"Estamos dispostos ao diálogo e não queremos confronto", disse o integrante. Se não houver uma abertura, a comissão não descarta tomar medidas de força. "Temos que defender nosso setor, pedimos para que respeitem nossos custos", reiterou Zednicek.
Fonte: Noticias Agrícolas