Pesquisa da ANTT mostra que 58% dos motoristas estão insatisfeitos com as condições das estradas

Pesquisa da ANTT mostra que 58% dos motoristas estão insatisfeitos com as condições da BR-040

Pesquisa da ANTT mostra que 58% dos motoristas estão insatisfeitos com as condições da BR-040

Uma pesquisa realizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostra que 58% dos motoristas estão insatisfeitos com as condições da rodovia BR-040.

De acordo com a agência reguladora, 714 pessoas foram entrevistadas no trecho que liga Petrópolis, na Região Serrana do Rio, a Minas. A pesquisa foi feita entre dezembro de 2017 e junho deste ano.

O levantamento, divulgado neste mês de agosto, revelou que a pior avaliação dos motoristas foi sobre o valor do pedágio. A tarifa cobrada é de R$ 12, 40 em cada praça. O trecho da BR-040 que liga o RJ a MG é dividido em três partes e, por toda a rodovia, o índice de insatisfação com relação ao valor da tarifa foi grande.

Na subida da Serra, apenas cerca de um terço dos entrevistados disseram achar justo o valor do pedágio (34% de satisfação). Entre Petrópolis e Três Rios, RJ, o índice foi de apenas 28% de satisfação. Já entre Três Rios e Juiz de Fora, MG, 19,6% afirmaram estar satisfeitos com a tarifa.

O motoboy, Guilherme de Paiva, diz que o valor cobrado está muito caro e reclamou das condições da pista. "É muito buraco, lá de baixo para cá", disse.

Para o músico, Diogo Tupinambá, está faltando manutenção do asfalto na Subida da Serra, mas no quesito limpeza, que também foi avaliado pela pesquisa, ele disse que não viu nada de "muito grave".

Já o empresário, Ataídes Roma, afirma que quer uma concessionária atuante, que cumpra o contrato que foi assinado.

"A gente quer uma concessionária que faça manutenção, que se preocupe com a segurança. Então, imagina você que o valor que nós pagamos, o retorno é muito baixo. A grande maioria realmente é insatisfeita com a tarifa e pelo retorno do serviço prestado pela concessionária", afirma.

Em nota, a Concer informou à Inter TV que está estudando detalhadamente o conteúdo da pesquisa. Porém, afirmou ser necessário considerar os graves reflexos da inadimplência da União ao desempenho da concessão.
"Como é de conhecimento geral, a União deixou de repassar à Concer aproximadamente meio bilhão de reais referentes ao custeio da Nova Subida da Serra", disse a concessionária.

A Concer destacou ainda que, apesar do desequilíbrio do contrato de concessão, ainda assim, a pesquisa apontou índices positivos de satisfação no trecho entre Rio e Petrópolis, para itens como serviços (66,6%), fluidez de tráfego (64,3%), limpeza (62,2%), segurança (60%), sinalização (59,4%) e pavimento (52,1%).
Fonte: G1