Espírito Santo terá R$ 282 milhões para criação e recuperação de estradas

Espírito Santo terá R$ 282 milhões para criação e recuperação de estradas
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou um aporte de aproximadamente R$ 282 milhões para serem aplicados em construção de ponte e implementação, pavimentação e recuperação de 11 rodovias que cortam 13 municípios do interior e Grande Vitória. Os processos de licitação para escolha das empresas que participarão das obras serão realizados no início do ano que vem.

Entre os investimentos está a implementação do Contorno de Apiacá, na ES 297, com 7,48 km de extensão, desviando o tráfego de veículos pesados da área urbana do município. Outras obras contemplam rodovias que hoje são estradas de terra e receberão pavimentação asfáltica: a ES 165, que liga o Distrito de Sobreiro a Laranja da Terra; a ES 010 Conceição da Barra x Itaúnas; a ES 388, ligando Xuri, em Vila Velha, a Amarelos, em Guarapari; a ES 315 no trecho entre o Distrito de Patrimônio Dilô e São Mateus; e a ES 164 no trecho entre Divino São Lourenço e o Distrito de São Tiago em Guaçui.




Na ES 060 uma nova ponte será construída entre Marataízes e Presidente Kennedy, facilitando a comunicação entre o Oceano Atlântico e a Lagoa de Caculucagem, importante via de transporte de produtos agrícolas e movimentação de cargas. Os recursos também serão aplicados na finalização das obras em outro trecho da ES 315, Boa Esperança e Patrimônio Dilô; e na recuperação das rodovias ES 248/356 ligando Colatina a Marilândia e ES 164 Castelinho Vargem Alta.

O governador Paulo Hartung afirmou que esse investimento nas rodovias estaduais, em trechos de grande fluxo, além de melhorar a malha rodoviária, também vai gerar emprego para os capixabas. “Vamos ter um conjunto de trabalhadores da construção civil e de outras áreas atuando para a construção dessas obras”, disse.
Fonte: Es Hoje

Segundo Hartung, há outra negociação em andamento para a liberação de R$ 500 milhões para a realização de obras urbanas. “Será um novo pacote de investimentos”.

Com as obras em execução a expectativa é da geração de 900 empregos, movimentando a economia da região e utilizando mão-de-obra das localidades que receberão os canteiros das empresas responsáveis pelos serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.