‘Uber dos caminhões’, brasileira CargoX recebe aporte de R$66 milhões

‘Uber dos caminhões’, brasileira CargoX recebe aporte de R$66 milhões
A CargoX, empresa de tecnologia que oferece serviços de carga para empresas, anunciou nesta quarta-feira, 7, que recebeu uma nova rodada de investimento para acelerar o seu desenvolvimento de tecnologia. O aporte foi liderado pelo Goldman Sachs e que teve a participação de Soros Fund Management, Qualcomm Ventures, braço de investimento da Qualcomm Incorporated, e novos investimentos da Agility Logistics, Valor Capital Group e Oscar Salazar (cofundador da Uber).
Esse investimento, Série C, segue as rodadas de Série A e B em que a empresa levantou R$ 46 milhões, levando o total de investimentos a R$ 112 milhões.
A CargoX foi lançada em março de 2016, durante a principal crise econômica e política da história do Brasil. Em pouco mais de um ano, por meio de uma combinação de tecnologia de ponta e excelência em data science, a companhia reduziu a ociosidade dos caminhões para diminuir os custos de transporte e melhorar os fretes. A empresa se tornou um dos maiores prestadores de serviço de transporte rodoviário, em faturamento, em um mercado avaliado em mais de US$ 100 bilhões e está crescendo mais de 500% ao ano nesse segundo ano de “O frete é um dos maiores motores em qualquer economia e isso é especialmente evidente no Brasil, que conta com o terceiro maior mercado de transporte rodoviário do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. A CargoX teve um crescimento expressivo e estamos animados em aumentar nosso investimento para acelerar ainda mais o seu desenvolvimento”, explica Hillel Moerman, co-head do Goldman Sachs Private Capital.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“A CargoX alcançou um nível de tecnologia que nos permitiu operar como uma empresa de transporte sem precedentes. Nós desenvolvemos uma plataforma com uma rede de milhares de motoristas autônomos, o que nos permite coletar dados em tempo real, gerando mais eficiência, diminuindo a ociosidade dos caminhões e criando uma reputação positiva no mercado nacional”, conta Federico Vega, CEO da CargoX. “A nova rodada de investimentos vai nos permitir escalar o nosso negócio no Brasil e globalmente para revolucionar o transporte de cargas. Ela também mostra confiança no nosso modelo de inovação, que nos permite ser um agente de disrupção em um dos maiores e mais tradicionais setores da nossa economia.”
“Nós ficamos impressionados com o time da CargoX e a plataforma de logística que eles criaram e que está mudando a forma como as pessoas enxergam a indústria de transportes. A solução da empresa ajuda a melhorar a eficiência dos negócios e reduzir o custo de transportes para toda a economia”, completa Carlos Kokron, vice-presidente da Qualcomm Ventures na América Latina. Na prática: Conheça melhor a a plataforma da CargoX e faça uma cotação! Patrocinado 
Devido à significativa limitação de rotas e a reduzida oferta de transporte aéreo e marítimo, a economia brasileira é fortemente dependente de caminhões, fazendo com que 75% de todo o frete brasileiro seja transportado por caminhões que operam com ociosidade em 40% do tempo. 
Fonte: IDG Now

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.