Mercedes-Benz Responde Por 70,2% Das Exportações De Ônibus E 30% De Caminhões

Mercedes-Benz Responde Por 70,2% Das Exportações De Ônibus E 30% De Caminhões

Em apenas duas operações, feitas entre 05 e 10/10, empresa ampliou liderança da Sprinter e ônibus.


Entre os dias 05 e 13 de outubro, a Mercedes-Benz concretizou duas entregas importantes de veículos a seus clientes: 225 ambulâncias UTI móvel para o SAMU, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – negócio que faz parte de uma licitação que envolve 800 furgões Sprinter a serem transformados em UTI móveis para várias cidades do País – e a exportação de 308 ônibus, entre rodoviários e urbanos para o Equador.
Essas operações referendam a excelente penetração que os produtos da Mercedes-Benz vem registrando no mercado, com a liderança da Sprinter e o pleno domínio do segmento de ônibus – além da liderança do mercado brasileiro de caminhões.
Em números, a Sprinter é o modelo líder em vendas do segmento semileve do mercado nacional, com 36,48% de market share em 2017 – até setembro, segundo o último levantamento realizado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Segundo o diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil, Jefferson Ferrarez, nos últimos cinco anos o market share da Sprinter apresentou expansão de 20 pontos percentuais, saltando de 15% em 2012 para 34% neste ano.
De janeiro a setembro a empresa vendeu 4.217 unidades da linha Sprinter.
No segmento ônibus, a Fenabrave registrou uma participação de 62,81% da Mercedes-Benz em setembro – vendeu 694 ônibus -, sendo de 59% no período de janeiro a setembro – vendeu 6.419 unidades no período.
A venda de 308 unidades para o Equador está sendo realizada dentro de um programa de renovação de frota, em execução por empresas e empresários, naquele país, sendo 237 chassis OF 1721 e 1723 urbanos/interurbanos para o transporte público em Guayaquil, Cuenca e Quito e 71 O 500 RS rodoviários para aplicação em viagens turísticas no Equador.



A Mercedes-Benz já entregou 170 unidades (137 urbanos e 33 rodoviários) e os restantes 138 serão embarcados até o final deste ano. As vendas também contemplam unidades do micro-ônibus LO 915 para operações bairro a bairro.
“O Equador está ganhando uma posição de destaque em nossas vendas para a América Latina. No mesmo período do ano passado foram comercializados 10 chassis para o Equador, enquanto esse ano alcançamos o número de 170 veículos comercializados. Isso representa um aumento de mais de 1000%”, afirma em nota o presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, Philipp Schiemer.
A empresa é uma das maiores exportadores de veículos do país, destinando produtos para mais de 60 mercados globais. Entre janeiro e setembro embarcou 11.157 unidades (entre caminhões e ônibus) ou 26% acima do exportado em igual período do ano passado (8.860 unidades).
Segundo Philipp Schiemer, nas exportações de ônibus o aumento foi de 8,5% para 4.729 unidades ante as 4.359 exportadas no mesmo período do ano anterior. Esse dado comparado aos números totais de exportações de ônibus, divulgados pela Anfavea, em igual período, de 6.740 unidades, mostra que a Mercedes-Benz, sozinha, respondeu por 70,2% dos embarques de ônibus ao exterior.
Confrontando os dados mencionados pelo executivo aos da Anfavea, a Mercedes-Benz respondeu por 29,9% das exportações de caminhões no período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.